PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Bolsonaro critica quem quer emprego: “Vai ser patrão!”

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, participa de almoço com artistas sertanejos, no Clube do Exército, em Brasília.O presidente eleito, Jair Bolsonaro, participa de almoço com artistas sertanejos, no Clube do Exército, em Brasília.

“Essas pessoas que reclamam que não têm emprego… Vai ser patrão! Vai enfrentar uma CLT! Contrate dez pessoas com a CLT pra ver a barra pesada que é”, declarou o presidente

Na mesma entrevista, nesta segunda-feira (5), em que declarou que fritar hambúrguer nos EUA dava dignidade – enquanto no Brasil, não –, o presidente Jair Bolsonaro também saiu em defesa do empresariado, em detrimento dos trabalhadores, e disse, em tom irônico, que vai estimular as pessoas a abrirem empresas para ver como é difícil ser empregador.

“Vive sufocado! Muita gente reclama que quer emprego e critica os patrões. Tenho conversado com o Paulo Guedes que gostaria de apresentar um programa ‘Minha primeira empresa’. Essas pessoas que reclamam que não têm emprego… Vai ser patrão! Vai enfrentar uma CLT! Contrate dez pessoas com a CLT pra ver a barra pesada que é. Sei como é difícil a vida dos empregados, mas a do patrão é também”, disse o presidente à jornalista Leda Nagle.

Ele ainda atacou os direitos trabalhistas, dizendo que eles impedem o empreendedorismo. “A mesma coisa é direito trabalhista. Tudo que é demais atrapalha. Muito amor até atrapalha… É tantos direitos! O que o patrão que quer empreender faz? Contrata o mínimo possível e paga o mínimo possível… Pra, quando tem uma rescisão lá na frente, ser o mínimo pra você pagar”, afirmou.

 

Menos direitos

Bolsonaro, na mesma entrevista, ainda fez sua habitual reverência ao modelo estadunidense e disse que o trabalhador vai ter que escolher entre direitos e emprego. “Eu costumo comparar com a legislação americana: legislação trabalhista lá não tem. Você vê algum americano vindo pro Brasil falando ‘eu quero ir pro Brasil que lá tem garantia de emprego? Não existe. Eu tenho falado uma coisa: o trabalhador vai ter que decidir um dia: menos direitos e emprego ou todos os direitos e desemprego”, concluiu.

 

Revista Forum

Seja o primeiro a comentar em "Bolsonaro critica quem quer emprego: “Vai ser patrão!”"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*