PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Brasil ultrapassa 16 mil mortes pela Covid-19

Manaus AM 30 04 2020 Na luta contra o novo coronavírus, causador da Covid-19, o hospital de campanha municipal Gilberto Novaes reforça o atendimento, tanto a pacientes internados quanto a seus familiares. Nesta semana, mais de cem profissionais da saúde passam a integrar a unidade para viabilizar a abertura de mais novos leitos de internação e contribuir na comunicação junto às famílias.foto Mario de Oliveira

Em um dia, o país confirmou 7.938 novos infectados e já ultrapassou Itália e Espanha em número de casos.

O Brasil chegou oficialmente a 16.118 mortos em decorrência da covid-19 neste último domingo (17). Em 24 horas, o país registrou mais 485 óbitos, segundo boletim divulgado pelo Ministério da Saúde.

Já são 241.080 casos confirmados do novo coronavírus. Em um dia, o país registrou oficialmente 7.938 novos infectados. O Brasil já ultrapassou Itália e Espanha e é o quarto em número de casos.

Neste domingo, os óbitos pela covid-19 no país representaram 11,6% dos registrados no mundo no mesmo período. O país ficou atrás apenas dos Estados Unidos, que chegaram a 33,9%.

São Paulo, o epicentro

São Paulo segue como o estado com maior número de casos e óbitos, com 62.345 e 4.782 respectivamente. É seguido em número de casos pelo Ceará, que tem 24.255 confirmados e 1.641 mortos.

De acordo com a secretaria de estado da Saúde, 68,50% dos leitos do estado já estão ocupados. São Paulo tem mais mortes decorrentes do novo coronavírus que a China (4.634 mortos) e o México (4.767 óbitos).

O Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) do governo de São Paulo mostra que o percentual de isolamento social no estado foi de 50% neste sábado (16).

A pandemia segue em curva crescente e não existe projeção de quando será o pico. Diante de tal cenário, a orientação da ciência é pelo isolamento social. Esta é a única forma de “achatar” a curva em relação ao tempo, tornando possível a adaptação do sistema de saúde para atender aos doentes mais graves.

Brasil em alerta

O Amazonas registrou novos 651 casos de coronavírus neste domingo. Ao todo, o estado possui 20.328 infectados. Nas últimas 24 horas, foram 34 óbitos pela doença, chegando a 1.413 mortes.

Já o Ceará chegou a 24.255 registros de Covid-19 e 1.641 mortes. A capital Fortaleza contabiliza 1.174 óbitos e 15.371 casos da enfermidade. Segundo a pasta de saúde estadual, a quantidade de leitos das UTIs do estado está perto da capacidade máxima, registrando 89,6% de ocupação.

O Rio de Janeiro passou dos 22 mil casos de covid-19, com 2.715 mortes e 17,5 mil recuperados da doença. De acordo com o boletim, foram registradas 101 mortes e 637 novos casos, em 24 horas.

Neste domingo, o estado de Pernambuco começou o lockdown. Já no primeiro dia, atingiu o maior índice de isolamento social do país. Segundo dados divulgados pelo governo, a média geral do estado ficou em 53,8%, e nos municípios abrangidos pelo decreto, o índice médio de isolamento chegou a 60%.

Bolsonaro nada ajuda

O presidente Jair Bolsonaro voltou a participar, neste domingo (17), de um ato com aglomeração em meio ao coronavírus. Antes da chegada de Bolsonaro ao protesto, seguranças da presidência pediram aos manifestantes a retirada de faixas contra o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF).

Bolsonaro ainda não decidiu quem será o novo ministro da saúde. Nelson Teich deixou a pasta na última sexta-feira (15), menos de um mês depois de assumir lugar de Luiz Henrique Mandetta.

Rede Brasil Atual