PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Categoria metalúrgica aprova pautas para a Campanha Salarial 2021

Nesse sábado (10/04), o Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul e região realizou assembleia geral para discutir e aprovar as principais pautas da Campanha Salarial 2021-2022. Por causa da pandemia e das regras de distanciamento social, a assembleia foi realizada através de plataforma virtual e contou com expressiva participação dos trabalhadores e trabalhadoras da categoria. Advogados e economistas que assessoram a diretoria também participaram e contribuíram nas discussões.

A assembleia se estendeu até o domingo (11/04), com intervalo de tempo para que os trabalhadores e trabalhadoras pudessem votar e decidir sobre os itens e instrumentos legais necessários para que o Sindicato inicie as negociações da Convenção Coletiva. O objetivo do Sindicato é a conquista de ganho real no salário da categoria e garantia e avanços em direitos que a legislação vigente não garante.

Entre as principais pautas aprovadas para a negociação está a instituição do triênio em vez de quinquênio; a equiparação salarial entre homens e mulheres que exercem mesma função; a extensão do auxílio-creche a pais e mães, tendo como referência o direito à criança; elevação do piso da categoria para o valor de R$ 3.000,00; adicional de insalubridade em grau médio para funções relacionadas à fábrica; responsabilidade da empresa na lavagem de uniformes utilizados no exercício profissional; e o custeio total por parte do empregador nos valores relativos ao transporte.

Em relação ao reajuste salarial, a proposta apresentada pelo Sindicato é de reposição do índice de inflação relativo a data base de 1° de junho de 2021 e mais um percentual de aumento real. A entidade sindical apresenta a necessidade da valorização dos trabalhadores metalúrgicos e da recuperação do poder de compra da categoria. Com a defasagem dos salários, toda a cadeia econômica é impactada negativamente, alimentando um ciclo vicioso de redução da atividade econômica. Quando o metalúrgico e a metalúrgica têm salários mais justos, o comércio local, os serviços e o todo o setor produtivo saem ganhando e a economia avança. Assim, é possível retomar a geração de empregos e a renda.

Outro ponto importante trazido pelos diretores sindicais é que mesmo com a pandemia, a produção não parou e diversas empresas registram lucros ainda maiores.

Todos os itens votados foram aprovados pelos participantes. A partir das decisões, a direção do Sindicato construirá uma agenda de movimentações para a negociação do dissídio. Com a mobilização da categoria e a ação sindical, a expectativa é de conquistas importantes. Nos próximos dias será entregue a pauta ao sindicato patronal e se dará o início das negociações. Ainda no mês de Abril, no dia 24, o sindicato fará o lançamento da campanha salarial para toda a categoria, imprensa e sociedade em geral.