PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Centrais Sindicais fazem ato em frente ao Ministério da Economia, nesta quarta, às 11h

Presidentes vão divulgar documento com propostas para a retomada da economia

Os presidentes da CTB, CUT, Força, CSB, UGT e NCST comandarão o ato que será realizado em frente ao Ministério da Economia (bloco P, onde fica gabinete do ministro Paulo Guedes), nesta quarta-feira, 8 de julho, às 11h.

Os dirigentes apresentarão documento elaborado pelo Fórum das Centrais Sindicais com propostas para preservação da vida, emprego e renda, além de agenda à retomada da economia em meio à crise. Destaque para a proposta de criação de um programa de renda básica permanente.

O mesmo documento já foi entregue oficialmente ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, em 21 de junho, durante videoconferência entre o parlamentar e os presidentes das seis centrais.

Não haverá aglomeração. Todos os protocolos sanitários e medidas de proteção serão respeitados para evitar contágio e a propagação do Covid-19. A CUT e as demais centrais defendem o isolamento social e as recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde) como essenciais ao enfrentamento da pandemia de Coronavírus.

AVATAR MILITANTE

A militância das centrais será convidada a participar do ato em Brasília, de forma virtual, por meio do manif.app, ferramenta criada na França e utilizada para manifestações durante a pandemia.

Pelo aplicativo, os militantes criam um avatar, que carrega um cartaz e aparece no local do protesto, em tempo real.

Anote

Ato das Centrais Sindicais

Em frente ao Ministério da Economia

Prédio no bloco P, onde está o gabinete do ministro Paulo Guedes

Quarta-feira, 8 de julho, 2020 Às 11h

Pauta – Divulgação das propostas das Centrais para retomada da economia