PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Conjuntura nacional e Previdência são pauta do primeiro dia do Seminário Jurídico da CTB-RS

Nesta manhã do dia 27 de março, no auditório da Fetag, teve início o Seminário Jurídico da CTB-RS. O evento vai até amanhã, 28. Pela manhã, o público de mais de 200 sindicalistas e assessores jurídicos ouviu as falar dos convidados Altamiro Borges, jornalista e presidente do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, e Adilson Araújo, presidente nacional da CTB.
Ambos os palestrantes falaram sobre a conjuntura nacional e as dificuldades que o movimento sindical e os trabalhadores enfrentam nesse momento no Brasil. Altamiro destacou a Reforma da Previdência como grande ato do governo Bolsonaro contra os trabalhadores. Ele ainda destacou a necessidade de resistência e a qualificação da geração de conteúdos do campo da esquerda, para fazer o debate de ideias.
Adilson Araújo comentou a estratégia do governo de usar a crise econômica do país para reduzir o tamanho do Estado, servindo ainda mais aos bancos e cortando os investimentos em educação, saúde e segurança. “O governo está, inclusive, deixando de investir na economia, não buscando sair da crise e reduzir o desemprego. Eles só cortam e entregam para os bancos”, destaca Adilson.
O presidente nacional da CTB ainda avalia de forma positiva os atos do dia 22 de março e destaca a importância da greve geral para tentar barrar a Reforma da Previdência.
No turno da tarde, os painelistas trataram sobre as mudanças propostas pela Reforma da Previdência e os impactos dela na vida dos trabalhadores do Brasil.

A Dra Jane Bervanger, diretora de Cursos e Eventos do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário, expôs os principais argumentos utilizados pelo governo para justificar a reforma e mostrou as contradições dos mesmos. Já o Dr. Daison Portanova, advogado e professor, especialista na área de previdência social, segundo painelista da tarde, tratou dos impactos resultantes da reforma para as atuais e futuras aposentadorias, e trouxe alguns exemplos de modelos existentes em outros países.
Entre os convidados do dia 27 pelo Seminário Jurídico da CTB-RS é unânime a ideia de que a Reforma representa um imenso prejuízo para os trabalhadores e para o futuro do país.

Guiomar Vidor, presidente da CTB no Rio Grande do Sul, saudou aos presentes e avaliou como exitosa a realização do evento. “Nós apostamos na formação e na informação como grandes armas para lutar contra o retrocesso. Esse é um momento que reúne essas duas coisas”, destaca.

Texto: Juliana Figueiró Ramiro | Assessora de Comunicação CTB-RS