PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Denúncia contra Temer será votada semana que vem; Maia quer apressar Reforma da Previdência

previdencia

O recesso parlamentar do Congresso ainda segue por toda esta semana e o retorno das atividades acontece no dia 02 de agosto, quando está prevista a votação da denúncia de corrupção passiva, apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra Michel Temer, no plenário da Câmara dos Deputados.

Apesar do recesso, entretanto, as articulações e o balcão de negócios para liberar Temer do prosseguimento do pedido de investigação pelo Supremo Tribunal Federal (STF) seguem funcionando a todo vapor. No final de semana, Temer se reuniu com Antônio Mariz, para discutir as estratégias de defesa que o advogado apresentará à Câmara.

Paralelamente, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ), trabalha para que a Câmara retome rapidamente a agenda da Reforma da Previdência e, junto com a recente aprovação da Reforma Trabalhista, cumpram o dever de dar ao empresariado as condições de explorar livremente os trabalhadores e trabalhadoras brasileiras até a morte.

Conforme o Portal da Câmara dos Deputados, Maia declarou: “nós não podemos estar satisfeitos apenas com a Reforma Trabalhista. Temos a Reforma da Previdência, depois a reforma do sistema tributário e mudanças na legislação na área de segurança pública”.

Apesar de toda a imprensa denunciar a liberação de milhões em recursos em emenda parlamentar, em troca de votos para livrar Michel Temer da denúncia, Rodrigo Maia afirma que “Temer tem cumprido seu papel, é claro que não é um papel confortável para ninguém, mas acredito que ele tem feito isso de forma a respeitar o Parlamento e fazer o convencimento”.

Por Sônia Corrêa

Fonte: Portal CTB

Seja o primeiro a comentar em "Denúncia contra Temer será votada semana que vem; Maia quer apressar Reforma da Previdência"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*