PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Direção do Sindicato dos Metalúrgicos entrega pauta de reivindicações ao patronal

Entrega pauta 01

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Caxias do Sul e Região, Assis Melo, acompanhado da direção da entidade, entregou as reivindicações da Campanha Salarial 2019 ao Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul – SIMECS -, na manhã desta terça-feira, 14 de maio. As reivindicações do documento entregue ao patronal foram construídas, debatidas, analisadas e votadas em assembleia geral da categoria, que ocorreu no dia 23 de fevereiro.

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos solicitou que três datas já fossem marcadas para as negociações (06, 13 e 19 de junho). O que ficou de ser confirmada pelo patronal.

“O metalúrgico e a metalúrgica estão sentindo o arrocho salarial. Nós estamos acompanhando o crescimento das empresas, que noticiam seus lucros na imprensa, com faturamento de bilhões. Se as empresas têm lucro, nada mais justo que os trabalhadores da categoria tenham ganho real em seus salários, já que o faturamento e o lucro das empresas se deve a mão de obra qualificada dos metalúrgicos e metalúrgicas da nossa região. Nós precisamos fazer a economia da região girar. Os empresários não podem querer a miséria da nossa região. Então, esperamos a sensibilidade dos patrões para termos uma boa negociação, com resultados positivos para Caxias, com reajuste que devolva o poder de compra para os metalúrgicos e metalúrgicas”, declarou Assis Melo.

O Sindicato dos Metalúrgicos realizou um estudo, com dados do DIEESE e do CAGED, que mostrou que a rotatividade achatou o salário em mais de 18% no último ano, e chega a 33% de perdas ao longo dos últimos 6 anos.

 

Confira algumas das reivindicações:

1 – Reajuste e recomposição do poder de compra dos salários: reajuste da inflação acumulada do período, com acréscimo de aumento real;

2 – Reajuste das demais cláusulas: o índice final de reajuste, incidirá sobre todas as cláusulas e benefícios expressos em valores;

3 – Piso salarial de R$ 2.200 ou R$ 10,00 por hora de trabalho;

4 – Correção dos valores nas cláusulas sociais: todas as cláusulas que tem por referência o salário normativo, serão reajustados em conformidade com o novo valor do salário normativo.

 

A data-base é 01 de junho, abrangendo Caxias do Sul, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Nova Pádua, Nova Roma do Sul e São Marcos.