PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

DISSÍDIO 2022 DOS TRABALHADORES (AS) METALÚRGICOS (AS) DE CAXIAS DO SUL VITÓRIA DA UNIDADE

Foi através da luta sindical que a vitória no dissídio 2022 foi conquistada. O reajuste de 12% é um dos maiores do país. Segundo a FIPE, 87% dos sindicatos tiveram aumento igual ou abaixo da inflação no acumulado deste ano. Os metalúrgicos de Caxias conquistaram reajuste acima da inflação. Além disso, a convenção coletiva deste ano garantiu a renovação das cláusulas sociais que não são garantidas pela CLT, destaca-se o aumento de 12% no quinquênio, auxílio-creche e piso salarial, mas também a redução do desconto do valor de transporte de 6% para 3,5% e a estabilidade pré-aposentadoria, fazendo do dissídio da categoria metalúrgica de Caxias do Sul e região um dos melhores do país.

Em Caxias do Sul, a conquista dos trabalhadores (as) metalúrgicos (as) representa um ganho para toda a cidade, com o reaquecimento da economia e a geração de empregos e renda em diversos setores. Trabalhadores (as) e sindicato foram vitoriosos e juntos construíram um dissídio exitoso. E isso incomoda os que defendem os interesses dos poderosos. Os defensores da reforma trabalhista -que retirou direitos e não gerou empregos- atacam o Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Caxias do Sul. São ataques reiterados e panfletários. Atacar o sindicato ou os (as) dirigentes sindicais pela vitória, é atacar indiretamente os direitos dos (as) trabalhadores (as), tão duramente conquistados por anos de lutas em Caxias do Sul. Os (as) metalúrgicos (as) têm direito a um sindicato forte, salário decente e condições dignas de trabalho. Uma categoria unida em um sindicato forte, sustentado pelos (as) próprios (as) trabalhadores (as), tem condições de lutar e vencer os obstáculos da reforma trabalhista e conquistar direitos além dos previstos na CLT. Os (as) trabalhadores (as) metalúrgicos (as) unidos (as) manterão seu sindicato, suas conquistas, e o direito de lutar por melhores salários e condições de trabalho.

Paulo Andrade

Vice presidente no exercício da presidência do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Caxias do Sul e Região