PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Impasse nas negociações continua e mediação vai à Justiça

Justiça - martelo

O Sindicato dos Metalúrgicos e o patronal (SIMECS) se encontraram novamente, nesta segunda-feira, 30 de julho, para debater sobre o resultado da assembleia geral dos trabalhadores que ocorreu no último sábado (28). O patronal reafirmou o condicionamento do turno 6×2 para fechar o acordo.

 

Assembleia

Na assembleia, os metalúrgicos e metalúrgicas aprovaram, por unanimidade, a pauta dos trabalhadores e defendida pela direção do Sindicato (renovação das cláusulas sociais por dois anos, índice de reajuste de 2.8%, revogação do artigo 60 da CLT e proibição de gestantes e lactantes trabalharem em locais com manuseio de produtos químicos) e reprovaram a exigência patronal para que houvesse o acordo (o turno 6×2).

“Nós enfatizamos para o patronal, em todas as rodadas de negociação, que a categoria não aceitaria as imposições dos patrões”, afirmou o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Claudecir Monsani.

 

TRT

Devido o impasse, as negociações passam a ser mediadas pelo Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região em Porto Alegre.

“Vamos manter nossa mobilização, seguindo com a prioridade de manter os direitos na nossa Convenção Coletiva e por um reajuste que recupere as perdas e valorize o trabalho do metalúrgico e da metalúrgica”, conclui Monsani.

Seja o primeiro a comentar em "Impasse nas negociações continua e mediação vai à Justiça"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*