PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Marta dá o recado após eliminação da Copa: ‘O futebol feminino depende de vocês’

5d0ff9e4240000511792d579

“O futebol feminino depende de vocês para sobreviver. Pensem nisso, valorizem mais.”

A frase acima é de Marta Silva, a camisa 10 da seleção feminina. Em entrevista a jornalistas logo após a partida contra a França deste domingo (23), a atacante lamentou a eliminação da seleção da Copa do Mundo de Futebol feminino, parabenizou o desempenho e raça do time e deu o recado sobre a modalidade.

“A gente deu o nosso melhor”, disse, segundo o Globo Esporte. “Agora foram até o fim. Todas deram seu máximo. Foi um grande jogo (…). Não conseguimos a vitória. A equipe delas foi melhor na definição. Agora é seguir em frente. Cabeça erguida. Muito orgulho dessa equipe”, completou Marta.

Com 17 gols marcados no Mundial, Marta superou a marca do atacante alemão Miroslav Klose nesta Copa. Já na partida contra a Austrália, a craque brasileira havia igualado a marca do alemão, quando completou 16 gols.

Quando questionada sobre o momento que a seleção vive atualmente e o fato desta Copa ser considerada a melhor para o Brasil em termos de visibilidade, Marta disse que ”é um momento especial e que a gente tem que aproveitar.”

A jogadora eleita por seis vezes a melhor do mundo explicou que por “aproveitar”, quis dizer valorizar o momento atual.

“Digo isso no sentido de valorizar mais. Valorize! A gente pede tanto, pede apoio, mas a gente também precisa valorizar”, disse. “Não vai ter uma Formiga para sempre, uma Marta, uma Cristiane. O futebol feminino depende de vocês para sobreviver”, completou, emocionada frente às câmeras.

Marta Vieira da Silva, aos 33 anos, é dona da marca de 17 gols marcados em Copas, o que faz dela a maior goleadora dos mundiais femininos. Caso se recupere da lesão, qualquer gol protagonizado por ela promete elevar ainda mais seu recorde.

Versátil, Marta pode jogar de meia-atacante, atacante, ponta ― e é responsável por mudar a história do futebol feminino no Brasil, ao lado de Formiga.

A alagoana rouba a cena desde que tinha 17 anos e começou a jogar na Suécia. Aos 20, conquistou seu primeiro prêmio na Fifa e hoje, defendendo as cores do Orlando Pride, nos Estados Unidos, entrou para a história ao ser eleita melhor jogadora do mundo pela 6ª vez ― desbancando os craques internacionais Messi e Cristiano Ronaldo.

Marta é grande estrela da seleção brasileira, mas é também a maior estrela do futebol feminino mundial.

Huffpost Brasil