PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Negociação chega na terceira rodada sem evolução

Dissidio rodada3

Patrões querem que o salário do metalúrgico continue arrochado
A terceira reunião de negociação do dissídio 2017 da categoria metalúrgica ocorreu na tarde desta segunda-feira (17). O sindicato patronal (Simecs) não avançou na proposta apresentada no segundo encontro, no dia 11 de julho, de 3,35%. O Sindicato dos Trabalhadores, por sua vez, luta por um reajuste justo para os trabalhadores e propõe 8% desde a primeira rodada.

Claudecir Monsani, presidente em exercício do Sindicato, ressaltou que não é possível aceitar a proposta dos patrões. “Os empresários tiveram novamente uma postura negativa no sentido de compreender e valorizar os trabalhadores, virando as costas para as famílias dos metalúrgicos e metalúrgicas, oferecendo o INPC nacional que não é a realidade da nossa região. Não dá pra aceitar uma proposta que não ajuda em nada as pessoas que trabalham muito, são qualificadas, e geram lucro para as empresas”, avaliou o presidente.
Uma nova reunião está agendada para sexta-feira (21).

1 Comment on "Negociação chega na terceira rodada sem evolução"

  1. nossa 3,35% é uma piada neh, menos que 7% é um absurdo aceitar

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*