PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Nota da Fitmetal: Discurso de Temer confirma a necessidade de resistência

g_not_1472758571

A Fitmetal entende que o povo brasileiro deve manter sua resistência perante o golpe de Estado e não reconhecer a legitimidade do governo iniciado em 31 de agosto de 2016.

Após quase nove meses, o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff chegou ao final. A votação no Senado manteve os direitos políticos da primeira mulher a ocupar a Presidência da República, mas rasgou os votos de 54 milhões de brasileiros, substituídos pela decisão golpista dos 61 senadores que optaram por jogar suas biografias na lata de lixo da História.

Trata-se da maior violência cometida à democracia brasileira desde o final da ditadura militar, em 1985. Acompanhamos, ao vivo, a Constituição de 1988 ser deletada em pleno Senado Federal, responsável por colocar o ponto final no processo aberto pelo deputado federal Eduardo Cunha, cúmplice do presidente ilegítimo Michel Temer desde os primeiros ensaios para o golpe.

O primeiro discurso de Temer como presidente, transmitido em cadeia nacional de rádio e TV, traz à tona, sem qualquer constrangimento, os interesses que serão sustentados pelo governo ilegítimo. Suas duas principais bandeiras são a reforma da Previdência e a reforma trabalhista, medidas que significarão um retrocesso incomensurável para o povo brasileiro.

Para colocar em prática tais políticas, Temer conta com o apoio da mídia, do empresariado, do Congresso Nacional mais corrupto de nossa História, do sistema financeiro e do imperialismo estadunidense. Sua ascensão é uma derrota não apenas para o Brasil, mas para toda a América Latina e para aqueles que lutam por um mundo menos desigual. Se não formos capazes de garantir a unidade da classe trabalhadora contra os retrocessos que estão por vir, qualquer agenda de desenvolvimento cairá por terra durante as próximas décadas.

A Fitmetal entende que o povo brasileiro deve manter sua resistência perante o golpe de Estado e não reconhecer a legitimidade do governo iniciado em 31 de agosto de 2016. Desde o afastamento de Dilma Rousseff, já pudemos constatar o caráter antinacional e entreguista desse governo ilegítimo. Sem pressão popular, a tendência é a de que enfrentaremos anos tenebrosos daqui por diante.

O enfrentamento aos golpistas se inicia hoje. Fora Temer! Abaixo o governo ilegítimo!

São Paulo, 1º de setembro de 2016
Direção Executiva da Fitmetal

Seja o primeiro a comentar em "Nota da Fitmetal: Discurso de Temer confirma a necessidade de resistência"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*