PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Nova denúncia da PGR contra Temer pode frustrar retomada das reformas

00-janotemer

A retomada do calendário de reformas passou a ser prioridade para a agenda governista. Segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM/RJ) a prioridade das próximas semana serão os trabalhos da reforma política.

Uma comissão especial sobre a reforma política terá que analisar o relatório do deputado Vicente Candido (PT-SP). Entre os principais temas em debate, está a criação do fundo público para financiamento das campanhas eleitorais. Se a reforma política for aprovada pela Câmara e pelo Senado, até dezembro, já entrará em vigor nas eleições de 2018.

A reforma da Previdência é outro assunto que concentra a preocupação da base de Temer no Congresso Nacional. A votação apertada que livrou Temer de ser investigado na denúncia de corrupção passiva acendeu o sinal amarelo. Por isso, o governo trabalha para reorganizar a base aliada. Rodrigo Maia afirma que vai se empenhar para que o governo reconstrua seu núcleo e possa obter entre 330 e 340 votos.

A oposição aposta na nova denúncia contra Michel Temer, que deverá ser apresentada pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, nos próximos dias. Novas delações devem vir a público. Desta vez, Temer deve ser denunciado por obstrução de Justiça e por integrar uma organização criminosa, conforme veiculou o jornal Folha de São Paulo. A PGR também estaria negociando a delação do ex-deputado preso Eduardo Cunha e do operador financeiro Lúcio Funaro.

Portal CTB

Seja o primeiro a comentar em "Nova denúncia da PGR contra Temer pode frustrar retomada das reformas"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*