PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Ocupe Brasília: Sindicalistas afirmam que caminho é Diretas

Foto: Mídia NinjaFoto: Mídia Ninja

Iniciou por volta do meio-dia desta quarta-feira (24), em Brasília, a marcha da classe trabalhadora com o apoio das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo contra as reformas trabalhista e previdenciária. Reunindo caravanas de trabalhadores de todas as regiões do país, a marcha caminha em direção ao Congresso Nacional.

O presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB-BA) da Bahia, Aurino Pedreira, afirmou nesta manhã que a marcha é um movimento pelo Brasil. “É por isso que tem aqui trabalhadores do Rio Grande do Sul e do Acre reunidos para devolver ao povo o direito de decidir.”

Vagner Freitas, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), alertou para “o golpe dentro do golpe”. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, declarou recentemente que as reformas vão avançar mesmo sem o presidente ilegítimo Michel Temer, envolvido em denúncias graves.

Nesta terça-feira (23), a tropa de choque da bancada empresarial no Senado deu como lido o relatório da reforma trabalhista na Comissão de Assuntos Econômicos. Parlamentares da oposição protestaram e tentam evitar que seja passado um rolo compressor contra os trabalhadores.

“Não vamos aceitar o fim dos direitos trabalhistas e não vamos aceitar uma saída por cima sem eleições diretas. Não permitiremos que o poder econômico mais uma vez aplique um golpe sobre o nosso povo”, enfatizou Edson Carneiro Índio, secretário-geral da Intersindical em entrevista nesta manhã.

Fonte: Portal Vermelho

Seja o primeiro a comentar em "Ocupe Brasília: Sindicalistas afirmam que caminho é Diretas"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*