PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Outubro Rosa: A importância da prevenção

g_not_1477420974

“Quando alguém que amamos recebe o diagnóstico de câncer o mundo parece desabar sobre nossas vidas, começamos a questionar a razão. Há exatamente quatro anos atrás fui surpreendida com o resultado de câncer de ovário da filha mais velha”.

 

Todos os anos os Sindicatos dos Metalúrgicos e as Secretarias da Mulher abraçam a campanha Outubro Rosa por entenderem que para além das lutas econômicas estão mulheres e homens sujeitos ao adoecimento pelo trabalho, pelas extenuantes jornadas laborativas que nos exploram arduamente, nos roubando, inclusive, o direito de cuidar da saúde preventivamente. E nestes casos as mulheres são as maiores vítimas, pois cuidam de todos e se colocam em último plano para realização de exames periódicos preventivos que diagnosticam as várias formas de câncer que estão sujeitas: colo de útero, útero, ovários, mamas.

Quando alguém que amamos recebe o diagnóstico de câncer o mundo parece desabar sobre nossas vidas, começamos a questionar a razão. Há exatamente quatro anos atrás fui surpreendida com o resultado de câncer de ovário da filha mais velha, na época ela havia acabado de completar 24 anos. Foi duro, foi horrível, tive medo e muitas inseguranças, pois o câncer não afeta apenas a paciente, mas a família inteira.

Após todo o tratamento realizado, enfim, recebemos o diagnóstico que havíamos vencido o tumor. Agora, o acompanhamento é para vida toda. Importante mesmo é saber que existem exames que podem diagnosticar precocemente os vários tipos de tumores, por isso a prevenção é extremamente importante.

Resolvi contar a dolorosa experiência que eu como mãe vivi para ajudar as mulheres a se tocarem. O diagnóstico é como se fosse uma sentença de morte, mas não é. Hoje, a medicina avançou muito neste campo, mas é imprescindível a realização dos exames preventivos. É um direito humano da mulher poder realizar seus exames preventivos para a promoção da sua saúde, inclusive a Lei da Mamografia, sancionada no governo do ex-presidente Lula.

Importante destacar que é um escândalo, uma vergonha, uma verdadeira exploração trabalharmos iguais aos homens, ocuparmos as mesmas funções, e nossos salários serem 70% do salário dos homens. Isso também é violência, preconceito e desvalorização da mão-de-obra feminina, sendo que as mulheres entram por último no mercado de trabalho e são as primeiras a serem demitidas.

Lutar é a nossa única forma de vencer esta desvalorização e este sistema que nos oprime, nos explora, adoece e mata!

 

Valeria Possadagua – Dirigente da FITMETAL Brasil

Seja o primeiro a comentar em "Outubro Rosa: A importância da prevenção"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*