PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Passagem do ônibus em Caxias do Sul pode chegar a R$ 5,50

O Transporte Público é fundamental para o deslocamento de milhares de caxienses diariamente. Além de possibilitar o acesso aos serviços públicos, garante o acesso ao trabalho e contribui no desenvolvimento econômico, já que movimenta o comércio e serviços.

Apesar disso, ano após ano o serviço vem sendo prejudicado pela falta de políticas públicas que assegurem a qualidade do serviço e um valor justo na tarifa. As iniciativas do Poder Público, quando não age para a preservação dos interesses da empresa concessionária Visate, se omite na responsabilidade de garantir o amplo acesso à população.

Em meio à pandemia, por exemplo, com a anuência da gestão do ex-mandatário municipal, Flávio Cassina (PTB) a empresa reduziu 50% da frota, causando aglomeração e atraso nos horários das principais linhas da cidade. Além disso, usuários reclamam da falta de cuidados com as medidas sanitárias.

Completando aproximadamente uma semana de gestão, o prefeito Adiló Didomenico (PSDB) deu continuidade à implantação das mudanças da administração anterior, impactando diversos segmentos de usuários do transporte público. O principal ponto é a informação que a tarifa pode aumentar para R$ 5,50. Chama a atenção que uma das principais promessas de campanha da chapa Adiló Didomenico e Paula Ioris foi a redução da passagem para R$ 3,50.

Especialistas afirmam que o encarecimento das tarifas do transporte público urbano (TPU) transfere demanda para o transporte individual e aumenta ainda mais o custo do tarifa, já que o cálculo de custos é dividido entre um número cada vez menor de usuários. Com o aumento do transporte individual há o crescimento dos congestionamentos urbanos que provoca novo aumento de custo para o transporte. Além disso, limita o acesso da população às áreas centrais, diminuindo a circulação no comércio.