PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Patrões, valorizem o metalúrgico!

Captura de Tela 2017-09-13 às 10.12.55

Parem com as chantagens

A nossa data-base é 1º de junho, já estamos em setembro e a patronal continua só dizendo NÃO.
Algumas empresas têm antecipado índice de 5% a 10% para seus funcionários. Mas o SIMECS (Sindicato patronal) e as principais empresas, como o grupo Randon e a Marcopolo, insistem no DESRESPEITO: apenas 3,34%. Emperram a negociação com a mentira deslavada de que as pequenas não podem dar o aumento. Enquanto isso, nas fábricas, os patrões mostram sua verdadeira cara: fazem pressão com chantagens e ameaças aos empregos, mas disfarçam com o tapinha nas costas do colaborador.

Cadê a responsabilidade social dos patrões?

O SIMECS e as empresas caxienses não valorizam o metalúrgico e apoiam as reformas trabalhista (que já passou) e da Previdência, estes verdadeiros crimes contra os direitos e a dignidade da FAMÍLIA TRABALHADORA.

Quem ganha com a categoria enfraquecida?

Os patrões jogam para enfraquecer e desunir a classe. Ao darem apoio ao golpe e ao fim da contribuição sindical, os patrões querem que o trabalhador fique sozinho, sem a proteção do Sindicato. Já eles (os patrões) seguirão contribuindo para o seu sindicato patronal (SIMECS), que seguirá forte. A mídia, o governo e a patronal fizeram o trabalhador acreditar que era necessário acabar com a contribuição para o sindicato dos trabalhadores!

É hora de AUMENTAR A PRESSÃO nas fábricas pelo aumento

A mídia de Caxias divulgou que a indústria local está comemorando os bons resultados. Está no azul! É justo que os metalúrgicos sejam valorizados com um índice acima da inflação, para recuperar o poder de compra dos salários. Isso beneficia toda a cidade. Mas o nosso índice será do tamanho da nossa capacidade de lutar juntos, ao lado do Sindicato! Só com mobilização é possível dobrar a intransigência e ganância dos patrões.

 

Nosso caminho A GENTE FAZ COM UNIÃO E LUTA!

O Sindicato dos Trabalhadores sempre resistiu e conquistou direitos, ao lado dos trabalhadores, como o adicional de horas extras, a pré-aposentadoria de 12 meses, o auxílio-creche, a licença maternidade de 180 dias, entre outros.  O Sindicato tem um patrimônio que orgulha a todos e presta serviços de alta qualidade para a família metalúrgica.
Sabemos o caminho: Tudo o que conquistamos foi com nossa unidade e luta.

 
A economia de Caxias está no azul, e a produção (e os lucros) das empresas estão crescendo:

A Marcopolo cresceu 23,6% no primeiro semestre, com lucro de R$ 1.295 Bilhão; *
R$ 20,6 milhões foi o Lucro Líquido da RANDON no 1º semestre de 2017;
A FRASLE cresceu 45,7% no seu lucro líquido neste 2º trimestre e 22,7% neste 1º semestre de 2017. A empresa está otimista com o futuro (segundo publicação especializada). *

 
Dados do setor:

A exportação de caminhões cresceu 45,3% no 1º semestre de 2017; *
A produção de veículos no Brasil cresceu 45,7% em agosto; **
Ônibus: alta de 49,7% em agosto de 2017. No ano, o segmento acumula expansão de 17,3%; **
Máquinas agrícolas: exportações somaram US$ 1,455 bilhão em agosto, alta de 58,2% na comparação com agosto do ano passado. No acumulado do ano, houve crescimento de 53,2% sobre igual período de 2016, para US$ 10,272 bilhões.

* Em relação ao 1º semestre de 2016
** Em relação a julho de 2017

Seja o primeiro a comentar em "Patrões, valorizem o metalúrgico!"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*