PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Prefeito de Caxias do Sul se reúne com representantes de entidades sindicais e empresários

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Assis Melo, esteve presente na prefeitura de Caxias do Sul para uma reunião com o prefeito Flavio Cassina e o vice-prefeito Elói Frizzo, na tarde desta quinta-feira, 26 de março. O prefeito convocou os representantes de classe, assim como empresários, para falar sobre a pandemia do novo coronavírus.

.

Cassina e Frizzo reafirmaram a necessidade de manter o isolamento social, para evitar a grande proliferação do vírus e, consequentemente, o município ter condições de atender da melhor maneira possível os infectados graves e que necessitem de internação em enfermarias e UTIs.

.

Por este motivo, o município não deve seguir as orientações do presidente Bolsonaro, em pronunciamento em rede nacional, na terça-feira, 24 de março. Porém, o decreto presidencial,  liberando as lotéricas, por exemplo, precisa ser respeitado.

.

O presidente do Sindicomerciários Caxias, Nilvo Riboldi, lamentou a decisão do presidente Jair Bolsonaro.

  • Com o decreto do Bolsonaro, a prefeitura é obrigada a fazer a abertura das lotéricas. Como representante dos trabalhadores no comércio de Caxias do Sul, me posicionei contra porque a maioria das pessoas que utilizam as lotéricas são as do grupo de risco, que são os idosos – afirmou Riboldi.

.

Empresas abertas

Assis Melo e o advogado do Sindicato, Cláudio Libardi Júnior, encaminharam as denúncias recebidas pelo Sindicato das empresas que permanecem abertas, mesmo após o decreto do Prefeito, em que consta a suspensão das atividades das indústrias. João Uez, secretário de Urbanismo, deve realizar a fiscalização. 

.

Os representantes da cidade afirmaram que as empresas do ramo metalmecânico, que exercem atividades essenciais, precisam requerer autorização especial para funcionamento na Prefeitura.

.

Libardi Júnior, assegura que o Sindicato está vigilante quanto a liberação das empresas.

  • Estamos muito cuidadosos nesse sentido, vamos buscar as informações quanto essas autorizações especiais – ressaltou o advogado.

.

A direção do Sindicato está em alerta, fazendo rondas nas empresas e verificando as denúncias.

  • Nós defendemos que todos os trabalhadores e trabalhadoras tenham o direito de fazer a quarentena, para se proteger e proteger sua família. Afirmamos e reafirmamos que a saúde está em primeiro lugar e vamos continuar defendendo essa ideia. Fizemos a campanha #paratudo. Agora, nossa campanha é #ficaemcasa – reitera Assis Melo.