PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Queremos debater outra saída

DSC_0137-480x300

Estamos iniciando mais uma campanha salarial dos metalúrgicos e, para nós, do Sindicato, buscar a valorização e o reconhecimento deste profissional é a prioridade . Os metalúrgicos são muito importantes para Caxias e região, necessitam de salário digno, além de ter seus direitos assegurados. Ao debater o dissídio, muitos acreditam que o Sindicato só enxerga um lado. Isso, porém, não é verdade.

Algumas empresas caxienses têm ampliado seus lucros em relação aos anos anteriores, basta ver a divulgacão dos seus balanços e os resultados nos jornais. No entanto, os metalúrgicos que estão na produção têm de trabalhar, em muitos casos, por dois ou três trabalhadores, isso devido ao excessivo enxugamento de pessoal nas fábricas feito pelos empresários. Além disso, estes metalúrgicos sofrem com a pressão nos locais de trabalho, o estresse e as ameaças os seus empregos.

O que temos visto, infelizmente, é que há um debate equivocado sobre as saídas para a crise. A maioria dos empresários tem demonstrado apoio às reformas que liquidam com os direitos dos funcionários. Apoiam acabar com a CLT e a aposentadoria. Isso, na visão do Sindicato, é um tiro no pé. Acham que o trabalhador não pode ter direitos: será essa a responsabilidade social dos patrões?

Nós, os trabalhadores, não geramos esta crise. Não podemos ser os penalizados. Temos uma outra visão para apresentar à sociedade: defendemos um novo pacto para o Brasil, com investimos na produção, valorizacão do trabalho e garantia dos dirieots trabalhstas e sociais. Este é o único caminho para o Brasil superar a crise e gerar empregos. Sem um projeto de fortalecimento da nação, com desenvolvimento e demcracia, o país caminha para a desindustrialização e a miséria.

Por Claudecir Monsani, presidente em exercício do Sindicato dos Metalúrgicos

Seja o primeiro a comentar em "Queremos debater outra saída"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*