PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Salário Mínimo Regional: pauta de reajuste é entregue pelas Centrais Sindicais ao governo Leite

Nesta quinta-feira, as Centrais Sindicais entregaram no Palácio Piratini, a pauta de reivindicações dos trabalhadores gaúchos para reajuste do Salário Mínimo Regional para 2021. No texto, que contou com a assessoria do DIEESE, está fundamentado um pedido de reajuste de 13,79%, ou 1,28 salários mínimos, valor embrionário do Mínimo Regional.

Segundo Guiomar Vidor, presidente da CTB, é inadmissível que os Deputados Estaduais e o Governador do estado tenham zerado o reajuste do Mínimo em 2020, enquanto tivemos um aumento da cesta básica no período de 21,6%, chegando em dezembro ao valor de R$ 615,66. “Estamos vizinhos, SC E PR, que concederam reajuste tiveram saldo positivo de empregos, aqui fechamos com – 19 mil vagas, o que deixa mais do que provado que não é o salário o vilão do desemprego, como dizem os empresários”, destaca.

Ao entrar o documento, as centrais relembraram ao governo que o piso hoje impacta na vida de 1,3 milhões de trabalhadores(as) no estado. O próximo passo dos dirigentes é uma ampla campanha de divulgação da pauta e da importância do governador Eduardo Leite encaminhar à Assembleia Legislativa um projeto que garanta, além da inflação do último ano, o reajuste negado em 2020 e as perdas sofridas no último período.

Abaixo, confira pauta que foi entregue ao governo Leite:
20210126_Pauta_das_Centrais_-_Minimo_Regional_2021_Versao_Final