PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Sindicato dos Metalúrgicos defende férias coletivas emergenciais para proteger a vida dos trabalhadores e trabalhadoras durante o estado crítico da pandemia

Enfrentamos um duro período da história do nosso país. A cada dia crescem os números de brasileiros e brasileiras vitimados pela pandemia. Os centros de saúde estão no seu limite e os profissionais de saúde lutam contra o tempo e a exaustão para salvar vidas.

Em Caxias do Sul – assim como no restante do estado – o cenário não é diferente: o sistema de saúde chega ao colapso e já existem pessoas agonizando nos corredores dos hospitais à espera de um leito.

Mesmo em meio ao caos, o Governo Federal não apresenta saídas para superar a crise, não garantindo sequer vacinas suficientes para imunização dos grupos de risco. Ainda, o Presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) insiste em desmerecer a dor de milhares de famílias que perdem seus entes queridos, agindo como um verdadeiro genocida: espalha desinformação e incentiva aglomerações. Suas atitudes são na realidade desespero pela inaptidão de seu governo. Para piorar, os preços dos alimentos sobem enquanto milhões de pessoas são jogados à miséria com o fim do auxílio emergencial.

Esse quadro crítico exige ações urgentes para assegurar a vida das pessoas, em especial a saúde dos trabalhadores e trabalhadoras da nossa cidade e região. A lógica do lucro não pode ser maior que a segurança de quem trabalha: todos os dias são relatados surtos e contaminação em massa nas empresas. A retomada da atividade industrial e a garantia do emprego e da renda só serão possíveis se aliadas à proteção da vida. Não há perspectiva econômica quando construída ao preço de sangue.

Por isso, defendemos férias coletivas emergenciais de 10 dias como medida possível para frear a disseminação e ajudar no combate ao vírus durante o pico da doença. O Sindicato propõe alternativas, mas é preciso que o empresariado aja o quanto antes para evitar mais tragédias.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul e região segue na luta pela Vacina Já! em defesa da vida, do emprego e da democracia. Toda a direção da entidade continuará mobilizada para atender todas as demandas da categoria nesse momento difícil.