PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Trabalhadores da Marcopolo Ana Rech participam de assembleia

monsani

lO Sindicato dos Metalúrgicos segue realizando assembleias em portas de fábricas para alertar os trabalhadores dos desdobramentos da campanha salarial 2016. Na manhã de quinta-feira (11), foi a vez dos trabalhadores da empresa Marcopolo/Ana Rech receber as informações da entidade.

De acordo com o presidente em exercício do Sindicato dos Metalúrgicos, Claudecir Monsani, não há possibilidade de fechar acordo de dissídio sem reposição da inflação. “A patronal acredita que os trabalhadores não merecem a reposição da inflação. Esse é o tratamento que os patrões dão ao trabalhador. Sabemos que muitas empresas já contabilizam aumento de lucratividade no último trimeste. Não tem como aceitar chantagem barata e mentirosa dos patrões. As empresas não vão falir por dar reposição salarial aos trabalhadores”, destaca. Monsani alerta que o empresariado está unido no mundo todo, e adverte que o trabalhador também precisa se unir para reprimir a retirada de direitos fundamentais da classe. “Eles dizem abertamente que os trabalhadores têm direitos demais. Quando interessa à empresa, eles estão lá; quando o trabalhador precisa, eles viram as costas. Por isso devemos permanecer unidos. A união dos trabalhadores incomoda a patronal. O Sindicato dos Metlúrgicos é de vocês. Por isso, queremos ouvir vocês. A opinião de todos é muito importante para o crescimento da entidade que representa o trabalhador”, conclui.

Para o diretor sindical, Adão Jovani de Oliveira Dias, a proposta do Sindicato está bem clara. “Não aceitaremos acordo abaixo da inflação. Repetimos isso sempre. Vamos continuar lutando por nossos direitos. O trabalhador merece ser valorizado”, argumenta. Na tarde da próxima segunda-feira (15), acontece a primeira reunião de conciliação, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), em Porto Alegre.

Seja o primeiro a comentar em "Trabalhadores da Marcopolo Ana Rech participam de assembleia"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*