PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Trabalhadores pedem falência da Voges

IMG_1530

O auditório do Sindicato dos Metalúrgicos estava completamente lotado, na tarde deste sábado, 16 de fevereiro, para a assembleia extraordinária convocada pela entidade para definir sobre a participação e o voto na assembleia de recuperação judicial que ocorrerá em breve. Por unanimidade, os presentes pediram a participação do Sindicato na assembleia. A maioria também decidiu pela falência da empresa, tendo somente uma abstenção.

Os presentes, cansados da situação que envolve a luta por seus direitos, aplaudiram os colegas que se manifestaram e pediram pela falência.

Foi o caso da Carla Kuquertt dos Santos. A trabalhadora disse que “ só aceita receber seus direitos com 100% de juros, caso contrário, peçam falência.”

Feliciano Santos Ribeiro, que trabalhou 11 na Voges, afirmou que “Não aguenta mais propostas. Podem pedir a falência”. Ele também foi ovacionado.

 

Questionamentos

Alguns trabalhadores perguntaram porque se chegou nessa situação. “Por que é tão difícil receber seus direitos?”

O presidente do Sindicato, Assis Melo, explicou que foi feito um esforço em conjunto, do Sindicato e da Justiça do Trabalho, “ foi criado, inclusive, uma comissão especial para fazer o levantamento dos bens do proprietário da Voges, para reverter em créditos para os trabalhadores. Na última audiência, o comprador que não pagou queria também a fazenda, nós não aceitamos, porque essa fazenda também é uma garantia para reverter em créditos trabalhistas. Infelizmente, essa lei de recuperação judicial não é nem um pouco benéfica para os trabalhadores”

Antes da votação dos trabalhadores, Assis anunciou a posição do Sindicato, debatida pela direção da entidade. “Nossa posição é de participar da assembleia de recuperação judicial, se vocês permitirem, e pedir a falência da empresa. No caso da Voges não há mais nada o que se possa fazer”, ressaltou.

Seja o primeiro a comentar em "Trabalhadores pedem falência da Voges"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*