PORTAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DE CAXIAS DO SUL E REGIÃO

         

Vacina russa contra Covid-19 tem 92% de eficácia, diz instituto

Número foi calculado com base em 20 casos confirmados em voluntários que tomaram o imunizante e placebo

De acordo com o comunicado do instituto, a eficácia foi calculada com base em 20 casos confirmados em voluntários que tomaram a vacina e o placebo, em uma primeira análise provisória obtida 21 dias após a primeira injeção.

Os resultados iniciais são apenas os segundos a serem publicados a partir de um teste em humanos em estágio final.

A fase 3 de testes ocorre em 29 clínicas em Moscou e envolve 40 mil voluntários no total, com um quarto recebendo uma injeção de placebo.

“Estamos mostrando, com base nos dados, que temos uma vacina muito eficaz”, disse o chefe do Fundo Russo de Investimento Direto( RDIF), Kirill Dmitriev.

O fundo disse que o estudo russo continuaria por mais seis meses e que os dados do estudo também serão publicados em um importante jornal médico internacional após uma revisão por pares.

A Rússia registrou sua vacina Sputnik V para uso público em agosto, o primeiro país a fazê-lo, embora a aprovação tenha ocorrido antes do início do ensaio em grande escala em setembro.

Carta Capital com informações da Reuters